Tecnologia da Confecção: da protótipo à confecção (etapas e conceito) – Parte 3

confeccao1.bmp

Criação e Desenvolvimento de Produto

c-design-fashion.jpg

É a primeira etapa da confecção, também chamada de concepção. Realizada por um estilista, requer o conhecimento tanto das tendências da moda quanto das características da estratégia da empresa, de modo a desenvolver modelos que facilitem a comercialização. Consiste no design dos modelos e na escolha dos tecidos.

963695.jpg

lectra3d.jpg

le-tema_controle_qualidade.jpg

Modelagem

femkitcotton.jpg

Executada pelo modelista, consiste na concretização das idéias do estilista de modo a criar um protótipo de papel a partir do qual se elabora o molde básico. A modelagem consiste em criar todas as partes que compõem um protótipo de produto de vestuário em papel e pode ser executado por um processo manual ou computadorizado pelo sistema CAD.

modelista1.jpg

Faz parte da modelagem, também, o sistema de redução e ampliação, ou seja, o desdobramento da modelagem básica nos diferentes tamanhos a serem fabricados. É importante lembrar que as modelagens para tecido plano, em geral, são marcadas com tamanhos em número, como 36, 38, 40, 42, etc. e as de malharia são marcadas com letras, como PP, P, M, G, GG ou S, M,L, XL (padrão internacional).

inter3_modelagem_sombra.jpg

sistema-cad.jpg

Sistema CAD

Desenho auxiliado por computador na modelagem e encaixe dos diferentes tamanhos com otimização das perdas no risco do tecido, o que gera uma perda menor nos restos dos tecidos cortados.

A Lectra, multinacional francesa é a fabricante de sistemas CAD para indústria têxtil e confecção… Saiba mais aqui.

“O acrônimo CAD (Computer Aided Desing – Projeto Assistido por Computador) utili-zado pela primeira vez no inicio dos anos 60 pelo pesquisador do Massachussetes Institute of technology (M.I.T) Ivan Sutherland. O termo CAD pode ser definido como sendo: o processo de projeto que se utiliza de técnicas gráficas computadorizadas, através da utilização de programas (software) de apoio, auxiliando na resolução dos problemas associados ao projeto. ” Leia mais aqui.

Leia mais sobre modelagem no sitema CAD e veja alguns comandos do programa no blog Modelagem.

cad.jpg

CAM

Manufatura auxiliada por computador.

“Por sua vez, a sigla CAM (Computer Aided Manufacturing – Fabricação Assistida por Computador) refere-se a todo e qualquer processo de fabricação controlado por computador. Sua origem remonta-se ao desenvolvimento das máquinas controladas numericamente (C.N.) no final dos anos 40 e inicio dos 50. Quando estas máquinas começaram a ser controladas por computador, no fim dos anos 50 inicio dos 60, surgiu o termo C.N.C.

Atualmente a sigla (CNC) engloba diversos processos auto-máticos de fabricação, tais como; fresamento, torneamento, oxicorte, corte a Laser, entre outros. Assim sendo, o termo CAM é empregado para todas estas disciplinas e para qualquer outra que possa surgir.

A tecnologia CAD/CAM corresponde à integração das técnicas CAD e CAM num sistema único e completo. Isto significa, por exemplo, que pode-se projetar um componente qualquer na tela do computador e transmitir a informação por meio de interfaces de comunicação entre o computador e um sistema de fabricação, onde dito componente pode ser produzido automaticamente numa máquina CNC.” Leia mais aqui.

Os equipamentos desse sistema são de custo elevado.

planejamento-de-corte-cad-cam.jpg

Vantagens da introdução do sistema CAD/CAM:

  • Na utilização do tecido: o custo do tecido representa em média de 40 a 60% do custo total da roupa, tornando relevante qualquer redução no seu gasto.
  • Na mão-de-obra: o custo da mão-de-obra nas atividades de gradeamento e encaixe é pequeno em relação ao custo total da mão-de-obra.
  • Na redução de tempo e no aumento da flexibilidade: a redução do tempo de produção e a flexibilidade.
  • Na reorganização e no gerenciamento: a introdução do sistema CAD requer a reorganização da produção.

encaixe.gifencaixe-automatizado.giffigura07.gif

Imagens do site Kabriolli.

Corte com Controle Numérico

corte1.jpg

O sistema de corte começa com a elaboração do gradeamento para encaixe e risco de toda a modelagem já ampliada e reduzida, que em seguida passa pelo enfesto.

Grade: Significa a quantidade de peças que são cortadas por tamanho e cor.

Enfesto: É a quantidade de tecido usada para se fazer um corte gradeado.

No final dos anos 70, surgiram novas técnicas para o processo de corte. Em 1970, o corte a laser foi desenvolvido para a indústria do vestuário.

corte-automatico.jpg

Corte Automático

A utilização de sistemas de corte com controle numérico permite redução do número de trabalhadores envolvidos nessa tarefa.

maquina-de-corte.jpg

Máquina de corte

Para que a implantação do sistema de corte automatizado tenha resultado positivo, normalmente é preciso centralizá-lo em um único local juntamente com o gradeamento e o encaixe realizados com auxílio do sistema CAD.

Costura

costura2.jpg

É aparte do processo onde a peça de fato é montada, suas partes unidas geralmente por meio da máquina de costura.

maquina-de-costura-1.jpg

O bom desempenho desta etapa depende da escolha do sistema de fabricação e da adaptação do maquinário à matéria prima e aos modelos.

Evolução da Tecnologia de Costura

diesel01.jpg

  • 1°geração: máquinas de costura simples.
  • 2°geração: máquinas dotadas de acessórios para corte de linha, posicionamento de agulha e arremates automáticos.
  • 3°geração: máquinas semi-automatizadas em que a operação de costura é controlada por microprocessador.
  • 4°geração: as operações são totalmente automáticas, dispensando o operador.
  • 5°geração: as operações são integradas entre si.

A fase da costura é a mais importante do processo produtivo.

Invenção da máquina de costura, do blog Ilustração Portuguesa :

invencao-da-maquina-de-costura.jpg

Acabamento

revisao1.jpg

Consiste na limpeza e passadoria das peças já costuradas, de modo a deixá-las prontas para a embalagem e a comercialização.

São executadas tarefas como corte de linhas, corte de sobras de panos. O empacotamento e o envio das encomendas fazem parte dessa etapa.

revisao2.jpg

Almoxarifado

O almoxarifado responde pelas funções de recebimento, armazenamento e distribuição dos materiais. ” Leia mais aqui.

estoque1.jpg

No site da Serjak – Manufatura de Roupas você encontra belas ilustrações e também a descrição detalhada de cada departamento de uma confecção.

Leia também: Tecnologia da Confecção – Etapas e Conceito – Parte 2 e Revolução Industrial e Industrialização do Vestuário: Onde a Função Encontrou a Moda – Parte 1

Por Queila Ferraz

Ilustrado por Denise Pitta

(Queila Ferraz Monteiro é estudiosa de História da Moda, é consultora de design e gestão industrial para confecção e Professora de História da Indumentária e Tecnologia da Confecção dos cursos de moda da Faculdade Belas Artes, Senac Moda e Universidade Anhembi Morumbi.)

Esta entrada foi publicada em Tecnologia Têxtil e da Confecção e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

15 respostas a Tecnologia da Confecção: da protótipo à confecção (etapas e conceito) – Parte 3

  1. ALINE disse:

    Adoraria ler mais artigos como este, principalmente, falando sobre confecção e sistemas de produção.

  2. silvana de oliveira neves disse:

    sou tecnica textil na area de confecção, gostaria de dicas de como montar uma empresa de projetos em fortaleza,desde já ,grata.

  3. elcio disse:

    ola tenho uma empresa especializada em corte e risco temos duas mesas de 11metros cada damos notas fiscal total garantia do nosso trabalho otimos profissionais temos condiçoes de cortar 70mil pçs ao mes venha conhesser nossa empresa especializada em corte e risco tel 11 29517226 cel 70669028

  4. William lopes disse:

    INDÚSTRIA SUL-MATROGROSSENSE MANTÉM BENEFÍCIO FISCAL
    Boa notícia para a indústria do vestuário do Mato Grosso do Sul. No dia 18 de maio, foi firmada a manutenção do benefício fiscal para o segmento, que venceria em 31 de dezembro deste ano. As negociações foram coordenadas pelo presidente da FIEMS, Sérgio Longen e o presidente do Sindivest/MS, José Francisco Veloso e o governador do Estado, André Puccinelli. A alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) permanecerá em zero até 2010, aumentando para 0,6% (desconto de 95%) em 2011 e para 1,2% (desconto de 90%) a partir de 2015. Empresários do setor comemoraram o Decreto e até acreditam que o Estado possa receber mais indústrias.

  5. William lopes disse:

    Parceria é o nosso Lema.
    Somos uma Empresa de Prestação de Serviços, contamos com vários profissionais altamente capacitados na área de atuação de V. Sas.
    Nos da Todart nunca esquecemos a missão de agregar valor aos produtos de nossos parceiros e fornecedores. Nossa fidelidade ao compromisso de nossos Clientes possibilitou o crescimento continuo e o reconhecimento de nossa Empresa como uma das maiores e melhor Empresa de Acabamentos do segmento em nossa Cidade de Guarulhos.
    A divisão de Oficina de costuras vem acelerando ainda mais o seu forte ritmo de crescimento (acima da média do mercado), incorporando novas marcas e produtos, sempre inovando e buscando atender as expectativas.
    A divisão de Acabamentos e Oficinas incorpora novas ferramentas, tecnologia e conhecimento visando à abertura de novas oportunidades de negócios para os nossos parceiros, dessa forma entendemos que e planejando, investindo, inovando e respeitando que fortificamos as relações com nossos parceiros e fornecedores.
    Pelo qual manifestamos nosso interesse tirar qualquer dúvida, faça parte dessa nova realidade.
    Caso haja interesse por parte de V.Sas, colocamo-nos, desde já, a disposição para novos contatos, em que possamos detalhar nossa proposta.
    Agradecemos antecipadamente a atenção.
    Atenciosamente,

    William Lopes
    Diretor Comercial.

    We are a company to provide service; we have several highly qualified professionals in the area of activity of V. Sas.
    In the Todart never forget the mission of adding value to our partners and suppliers. Our fidelity to the commitment of our clients has enabled the continued growth and recognition of our company as one of the biggest and best company finishes the segment in our city of Guarulhos.
    The division of the Office of seams is further accelerating its strong growth rate (above the market average), incorporating new brands and products, always innovating and seeking to meet expectations.
    Ward finishes and workshops incorporating new tools, technology and knowledge aimed at opening up new business opportunities for our partners, so we understand that planning and investing, innovating and subject to fortify relations with our partners and suppliers.
    By which we express our interest in any doubt, part of this new reality.
    If there is interest by V. Sas., We place ourselves at the outset, the provision for new contacts, in which we can detail our proposal.
    Thanks in advance for attention.
    Regards,

    William Lopes
    Commercial Director.

  6. Ana disse:

    Oi, estudo em uma escola federal e estou desenvolvendo um projeto em que preciso falar sobre a HISTÓRIA DA CONFECÇÃO NO BRASIL, queria algumas dicas de onde procurar.
    Obrigada.

  7. marly pereira de siqueira disse:

    ola estou precisando de um projeto para confecção infantil. sendo só com roupas femininas infantil por favor se alguem saiba como fazer que me ajude. me passe o modelo , pois a o meu negocio precisara de um projeto pra ser aprovado pelo financiamento.

  8. Maisa disse:

    Bastante interessante!!! Fiquei muito curiosa quando fala das máquinas de costura. A que mais me dispertou interesse foi a que dispensa o operador, (4ª geração). Poderia ser mais específica. Esta máquina atende a qual utilização?
    Atenciosamente

    Maísa

  9. Priscila Garcia disse:

    Olá, estou fazendo as “Instruções de trabalho” na empresa que trabalho (confecção infantil)e estou recolhendo todos materiais que consigo, juntamente com o dia a dia da empresa para dar andamento da melhor forma possível. Gostei muito so site, mas precisaria de um material mais detalhado para as IT.
    Se você puder me enviar alguma coisa referente a confecção , ficaria muito agradecida…Muito Obrigada

  10. LUCIANA disse:

    sou apaixonada por costura e moda desde criança. Já trabalhei em diversas confecções e diferentes estilos de roupas. Hoje sou instrutora numa escola profissionalizante na´área de confecção.gostei muito do site. Estou pesquisando sobre Sistemas de produçao em Confecção, se tiverem algum material sobre o assunto, me interessa muito. Abraços! Boa tarde e boa semana pra todos!

  11. Nirian Izabel da Silva disse:

    Boa noite,

    Sou universitária estou desenvolvendo meu projeto de conclusão de curso cujo tema é uma confecção de roupas de tamanhos especiais para mulheres, preciso de auxílio na área de logistica da empresa (armazenagem da matéria prima) olhando o site observamos a estrutura e modelo de armagenagem, desejamos ajuda para conseguir preços de prateleiras ou fornecedor.

    Desde Já agradecemos a atençao certo de vossa colaboração..

    Atenciosamente.

    Nirian Izabel

  12. Aliete Lois disse:

    Gostei muito de como foi mostrada as etapas, de forma bem sinples e explicadas. Gostaria de saber se tem esta explicação para confecçaõ de calçados.
    Atenciosamente,
    Aliete

  13. Mariana disse:

    Olá , estou fazendo um trabalho para minha faculdade e gostaria de receber informações sobre corte a laser(em roupas),tais como:quando foi inventada, por quem ,informações tecnicas,marcas mais conhecidas ,enfim…o que puderem me ajudar e agradeço e se puderem mandar para meu e-mail ,melhor ainda
    muito obrigada

  14. júlia disse:

    não era isso que eu queria mais…
    até que ta bom!

  15. Adri disse:

    Muito interessante esse post. Apenas faltou falarem sobre o desenho técnico, etapa importante antes da modelagem.

    abç
    Adriana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *